FacebookPixel
Resultados - Opinião - Informação
Últimas notícias
Resultados - Opinião - Informação
Voltar \ Adivinha quem voltou mesmo? O crédito à habitação!

Adivinha quem voltou mesmo? O crédito à habitação!

06 set 2016
Adivinha quem voltou mesmo? O crédito à habitação!
Informação
No fim, pode até comprar o dinheiro ao seu banco de sempre, mas fica numa posição negocial mais forte se tiver uma proposta melhor da concorrência. É que perder um cliente custa dinheiro. Se precisar de ajuda nesta área, nós ajudamos

3 pontos essenciais para compras com recurso a crédito à habitação

por Tiago Vaz de Almeida, Homebooker
 

1º Nunca procure uma casa antes de saber quanto pode gastar.
Este conselho não serve para pouparmos tempo a apresentar casas é porque corre o risco de se apaixonar por uma casa para a qual não tem capacidade. E nos dias de hoje corre o risco de ver a casa dos seus sonhos vendida depois de a escolher. Ir ao banco e tratar de uma pré aprovação é condição.

2º Procure ajuda profissional para recurso ao crédito.
Os bancos vendem dinheiro, tem objetivos e campanhas. Um bom profissional sabe quando e quais as campanhas que alguns bancos fazem para conquistar clientes. Sabe também qual o banco que mais se adequa ao seu perfil. Para além disso, faz para si o trabalho de pesquisa e de simulações. No fim, pode até comprar o dinheiro ao seu banco de sempre, mas fica numa posição negocial mais forte se tiver uma proposta melhor da concorrência. É que perder um cliente custa dinheiro. Se precisar de ajuda nesta área, nós ajudamos.

3º Custos e salvaguardas
O mercado está dinâmico, nomeadamente nas cidades mais importantes e com maior interesse internacional. É normal querer comprar em Lisboa ou no Porto por motivos de segurança do investimento. Esta pressão passa para o processo. Os agentes não têm de exagerar quando apresentam uma casa com uma proposta em curso: é normal. Prepare-se para assinar um contrato de promessa de compra e venda assim encontre a casa que gosta para garantir o negócio. Lembre-se que para além do Imposto Municipal sobre Transações tem ainda uma série de custos associados ao processo bancário e à escritura que o banco lhe cobrará. E mais, como nunca sabemos o dia de amanhã, exija uma clausula no contrato de promessa de compra venda de reversão sem penalizações caso haja falhe a aprovação final do crédito ( imagine uma avaliação bancária muito abaixo do que propôs).

Na Homebook seguimos estes pressupostos sempre que o acompanhamos na compra de uma das nossas casas ou dos nossos parceiros.
Se está a pensar em vender, contacte-nos!
Respondemos sempre.
Homebook, Sinta-se em casa
 
Veja Também